Diagnóstico precoce

Diagnóstico precoce

Ao lado da adoção de hábitos de vida saudáveis, a detecção precoce é uma das principais medidas que temos atualmente para combater o câncer, pois a grande maioria dos tumores apresenta alta chance de cura se identificados no início. Para isso, existem os exames de rastreamento.

Esses exames são realizados com o objetivo de detectar o câncer ou lesões pré-malignas quando ainda não se apresenta sintomas ou qualquer outro sinal. Eles são feitos para diagnosticar certos tipos de cânceres em determinadas pessoas da população que possuem risco aumentado para cada um deles. Atualmente, os recomendados são:

Papanicolau: É feito pelo ginecologista para identificar o câncer de colo de útero. Toda mulher que já iniciou a vida sexual deve realizar este exame, especialmente as que têm entre 25 e 59 anos. Inicialmente, deve ser feito uma vez ao ano e, se os dois primeiros resultados não apresentarem alterações, a frequência passa ser a cada três anos.

Mamografia: Tem o objetivo de detectar o câncer de mama. Mulheres acima dos 40 anos devem procurar um mastologista e realizar a mamografia anualmente.

Toque retal e PSA: Esses dois exames são os indicados para o rastreamento do câncer de próstata. Homens a partir de 50 anos devem procurar um urologista para que seja avaliada a indicação da realização desses exames e sua frequência.

Colonoscopia: Exame que permite a detecção de câncer colorretal em estágios mais precoces e também a remoção de lesões pré-malignas (pólipos). Toda a população, a partir dos 50 anos, deve realizar a colonoscopia. Se não forem encontrados pólipos, a frequência pode ser a cada cinco ou dez anos. Caso existam pólipos, são avaliadas suas características para determinar a frequência com que o exame deve ser repetido.

Tomografia de pulmão: Essa é a medida usada para detectar precocemente o câncer de pulmão. A indicação é que todo tabagista, ou com histórico de tabagismo, acima dos 50 anos consulte um pneumologista para avaliar a necessidade de realizar uma tomografia de tórax para rastreamento deste tumor.